O que se trata com homeopatia? Podemos tratar-nos apenas com homeopatia?
Descubra as nossas faq sobre as grandes teorias da homeopatia.

1.O que é a homeopatia?

Para a Boiron, é sobretudo medicamentos: 

- registados junto das autoridades de saúde e que cumprem as normas farmacêuticas de qualidade

- prescritos e aconselhado por profissionais de saúde (médicos, farmacêuticos);

- utilizados por cerca de 300 milhões de pessoas em todo o mundo.1-2.

Em França, 3 em cada 4, 77% dos franceses já tomaram medicamentos homeopáticos durante a sua vida.3

 

 

 

2.O que se trata com a homeopatia?

Os medicamentos homeopáticos são úteis na maioria das patologias comuns.

Oferecem aos profissionais de saúde respostas concretas em muitas áreas: otorrinolaringologia, ginecologia, pediatria, dermatologia, etc. São vários os médicos (de clínica geral e especialistas), parteiras, dentistas, veterinários que a utilizam.

Os medicamentos homeopáticos também são cada vez mais utilizados para ajudar doentes com cancro a suportar melhor os efeitos secundários dos seus tratamentos ou da sua doença: estes são chamados de cuidados de assistência. 

3.Podemos tratar-nos apenas com a homeopatia?

Não há um modelo único na utilização de medicamentos homeopáticos. Em alguns casos, um médico formado em terapia homeopática poderá prescrever-lhe um tratamento adaptado à sua situação particular: em função dos seus sintomas, mas também de acordo com o seu historial médico, a sua sensibilidade, etc.

Em outros casos, é possível recorrer à automedicação. Com o aconselhamento do farmacêutico, a homeopatia pode oferecer uma solução fiável, rápida e adaptada às circunstâncias. Nomeadamente, existem medicamentos homeopáticos destinados à medicação familiar, fáceis de usar e adaptados às patologias comuns.

Em caso de dúvida, ou se os sintomas persistirem, consulte o seu médico. 

4.Em que casos o médico utiliza medicamentos homeopáticos?

O médico pode prescrever medicamentos homeopáticos numa situação dita “aguda”, ou seja, para tratar uma condição que ocorre de forma repentina e ocasional. Neste caso, o tratamento é prescrito para algumas horas ou alguns dias.

Também podem ser utilizados para algumas doenças chamadas recorrentes, ou seja, aquelas que ocorrem regularmente, por exemplo: alergias a pólenes, enxaquecas, reumatismo, herpes, etc. O médico prescreve então um tratamento durante um período mais longo: procura reduzir, ou mesmo eliminar, o número, a duração e a intensidade das crises.

Em todos os casos, o médico escolherá um tratamento adequado ao doente e à sua forma específica de reagir à doença. 

5.Os medicamentos homeopáticos são úteis para doentes com cancro?

A homeopatia não trata o cancro. No entanto, além dos tratamentos convencionais, representa (de entre outros métodos de cuidados) um valioso ativo para melhorar a qualidade de vida dos doentes. Prescritos ou recomendados por um profissional de saúde, os medicamentos homeopáticos podem ajudar os doentes a tolerar melhor os efeitos secundários da doença ou dos tratamentos (quimioterapia ou radioterapia por exemplo). Falamos de cuidados de assistência em oncologia.

Segundo um estudo realizado em França em 2010, em 18 centros de saúde, 60 % dos doentes com cancro utilizam medicinas complementares. Entre eles, 1 em cada 3 doentes declara recorrer a medicamentos homeopáticos (4).

O folheto “Viver melhor com um cancro” foi elaborado pelos Laboratórios Boiron, em parceria com o Prof. Ivan Krakowski Médico oncologista, Presidente da AFSOS** e em colaboração com profissionais de saúde especialistas em homeopatia e doentes.  

6.Mulheres grávidas, crianças, idosos: a quem se destina a homeopatia?

Os medicamentos homeopáticos destinam-se a todos. Os médicos de clínica geral ou especialistas integram-nos na sua prática porque são úteis em vários campos: medicina geral, pediatria, otorrinolaringologia, alergologia, ginecologia, etc.

Assim, podem ser prescritos ou aconselhados medicamentos homeopáticos a adultos, crianças ou idosos.

As mulheres grávidas também podem recorrer à homeopatia. Mesmo assim, deve-se ter o cuidado de respeitar a prescrição do médico e as precauções de utilização indicadas na embalagem ou no folheto informativo. 

7.Os animais podem ser tratados com homeopatia?

A homeopatia é usada há mais de 150 anos para cuidar dos animais:
- Animais de estimação como cães, gatos ou os novos animais de estimação;
- Gado: vacas, cabras, ovelhas, porcos, aves, coelhos...
 
Os veterinários são formados em homeopatia e os criadores também entenderam a utilidade desta terapia para a sua criação: não tóxica para o animal, não produz resíduos no leite ou na carne. As vias de certificação em agricultura biológica também recomendam o uso da homeopatia nas suas especificações. 

"  1 - B. Poitevin, WHO Policy and Practice, Integrating homoeopathy in health systems, 1999 http://www.who.int/bulletin/archives/77(2)160.pdf 2 - World Health Report, WHO Global Atlas of Traditional, Complementary and Alternative Medicine, Map Volume, 2005 3 - Infografia “Les Français et l’homéopathie” realizada pelo IPSOS, estudo com 2000 indivíduos. Outubro de 2018 4- Rodrigues, Annals of oncology, vol 21, supplément 8, octobre 2010.  "

Partilhar :

Facebook
Linkedin
test@tes.fr
ok